Peelings

O peeling ocupa um dos tratamentos estéticos mais realizados no ranking dos procedimentos não cirurgicos, após a toxina botulínica e o preenchimento. O peeling melhora as rugas, manchas, poros dilatados, cicatrizes, acne, irregularidade da pele, resultando numa pele mais bonita e saudável.

Peelings - Há dois tipos: os químicos e os mecânicos.

Nos peelings químicos são utilizados ácidos (glicólico, retinóico, tricloroacético, resorcina e outros) causando a descamação da camada da pele mais superficial, retirando as rugas mais superficiais e as manchas. O peeling químico pode ser classificado em superficial, médio e profundo. As aplicações duram poucos minutos, e se forem superficiais ou médios permitem que a pessoa retorne às suas atividades normais. O produto pode ser aplicado no rosto e neutralizado, ou pode ser mantido no rosto por algumas horas.

Nos peelings mecânicos, temos o dermoabrasão e o Laser, que possibilitam o rejuvenescimeto de pele com rugas ou marcas mais profundas.

Dependendo do tipo do peeling e da profundidade da pele tratada, pode ocorrer vermelhidão, inchaço e descamação da pele. Há a necessidade de realizar vários peelings para obtenção de um bom resultado na pele. O intervalo varia de acordo com o tipo de tratamento e com a orientação médica. No intervalo entre os peelings, o médico orienta o uso de cremes hidratantes para a recuperação da pele e cremes com ácidos para melhoria da qualidade da pele.