Orelhas

A orelha em abano é definida quando ocorre uma abertura exagerada da orelha em relação ao crânio. Ocorre em 5% da população, podendo afetar uma orelha ou ambas as orelhas do indivíduo, sendo que na maioria das vezes é bilateral (80 a 90% dos casos).

Esta deformidade pode causar problemas psicológicos ao indivíduo, sendo vítima de brincadeiras e chacotas. Este tipo de problema pode gerar reações diferentes, sendo que em alguns indivíduos podem gerar problemas de autoestima e até depressão. Geralmente, os portadores de orelha em abano ou outra deformidade de orelha usam cabelos mais compridos que possam esconder as orelhas.

O crescimento da orelha atinge sua plenitude em torno de 6 a 7 anos de idade. Portanto, a correção de cirurgia plástica das orelhas poderá ser realizada a partir desta idade.

A orelha possui uma anatomia bem detalhada, como podemos observar na figura esquemática. A técnica cirúrgica varia de acordo com as deformidades específicas de cada orelha, e pode ser realizada sob anestesia local ou geral. Geralmente, a cicatriz é posicionada atrás da orelha, que fica numa localização totalmente imperceptível.
 

A técnica cirúrgica varia de acordo com as deformidades específicas de cada orelha, e pode ser realizada sob anestesia local ou geral. Geralmente, a cicatriz é posicionada atrás da orelha, que fica numa localização totalmente imperceptível. A cirurgia é realizada em regime ambulatorial e a recuperação é rápida.

Leia mais sobre otoplastia no site da SBCP – Clique aqui.